Quem?

Visionário, mente questionadora!

É certo que de mim nada possa sair sem um “Por quê?”…

Mas dizem que das minhas palavras sangra um veneno doce que torna vício os sabores da vida.