out 24 2010

Caveiraaaa!

É, começo esse post de forma mais simples possível…

Veja TROPA DE ELITE II…

Se você já assistiu, ótimo, se não… corra e assista!

Nosso cinema não é muito valorizado. Eu mesmo critico muitos filmes brasileiros, as vezes pelo tema pouco atrativo, outras vezes pelo roteiro pouco explorado, mas sempre dou ponto a muitas atuações.

O tema foi o melhor possível… Política! E nestes tempos de Eleições em que vivemos, é melhor ainda assisti-lo e repensar o que nossos políticos estão fazendo com o país.

Nossos atores são extremamente habilidosos com a arte que fazem. Neste filme, Tropa de Elite II, o cinema inteiro assistiu em estado de transe, num delírio hipnótico, a todas as cenas. Poucas pessoas conseguiram sair da sala, tamanha era a atenção. Parabéns a todos os envolvidos neste trabalho alucinante…

O resultado foi daqueles que dão orgulho de dizer, é um Filme Brasileiro!

É um filme que retrata a realidade, talvez não com toda a crueldade que o mundo real nos oferece, mas com quase tudo que um filme poderia nos doar! Não me arrependi de tê-lo assistido… Aliás, foi um daqueles dias em que não me arrependi de nada! Se houvesse tempo, o faria denovo!

“Imagine abordar um político como se aborda um traficante…”
(Tropa de Elite II)


out 17 2010

Voto?!

Política… Tema de absurdos.

Definitivamente no Brasil, nós eleitores não sabemos votar… A população brasileira está completamente controlada pela ignorância!

Mas quem é o culpado?! Em verdade, nem sei se existe um culpado, ou melhor, se existe um único culpado… Sou um dos compatriotas que trabalham nas eleições, e desta experiência longa como Presidente da Seção, afirmo com toda a certeza…

– Brasileiros não sabem votar.

Não entendem o que significa o voto. E não sabem o quanto é importante comparecer para fazer seu papel de cidadão… E além de tudo, entre 70 e 80% dos que comparecem, nem sabem o que é ser cidadão, agem como se estivessem interpretando um personagem de teatro, como se aquilo tudo não passasse de um “faz de conta”…

Enganados? Não!…

Estamos, sim, num teatro. O famigerado “Teatro da Vida”, donde não se pode negar participar e não se tem direito a ensaios…

O Momento do voto não passa de um martírio para muitos, em terras como a minha (Salvador-BA), muitos levantam cedo, não por que fazem questão de comparecer para exercer seu direito, mas por que querem mesmo é fugir o mais rápido possível daquele ambiente desagradável. Para onde? Praia! (É mesmo desagradável, do meu ponto de vista, dos quase 400 eleitores da seção em que trabalho, ao menos 80% vai apenas por ir)

Com toda certeza, em outras cidades a situação não é muito diferente, ainda que não hajam praias, sei que os eleitores agem desta forma despreparada, incoerente e estúpida… Não todos, mas a maioria que decide pra onde vai a fortuna nacional, a NOSSA FORTUNA!

Mas que direito é esse, que se faz obrigatório?!

Interessante como nós temos tantos direitos, e nem ao menos os conhecemos, pois os que dirigem esta nação, fazem questão que não saibamos. Mais interessante ainda, é que estes mesmos políticos, fazem também questão de deixar claro que votemos!

Que direito tão especial é esse? Que direito é esse que faz uma pessoa inescrupulosa abrir bem a boca e dizer em bom tom!

O VOTO É UM DIREITO SEU!

É lógico que isto não é por acaso… Este é o único direito obrigatório que você tem, o resto, o próprio governo faz questão de esquecer por você… Mas esse não, por quê?

Para quem não entendeu até agora, serei o mais claro e objetivo possível!

Por que eles sempre te lembram deste direito?! Fácil… Este seu direito, é o único direito que não lhe dá nenhuma vantagem direta, pois além de tudo, os mais interessados são os próprios políticos!

Por que a obrigação?! Ainda mais fácil… É muito mais simples controlar as massas a votarem sendo este voto obrigatório… Joãozinho tem de comparecer de uma forma ou de outra, o político apenas dá um incentivo, paga uma determinada quantia em dinheiro ou em produtos, e compra o voto do pobre e desinformado João!

Se em nosso país o voto não fosse obrigatório, 90% dos eleitores “votantes” seriam os interessados no processo político do país, desses que sabem o que significa mercado, valores e principalmente política. Mas, quantos outros eleitores se recusariam a ir até as urnas para fazer valer seu voto? Acredito, pela minha experiência no processo, que em torno de 70% nem lembraria que aquele era um domingo de eleição! Isto causaria o “CAOS” de qualquer forma, pois talvez a definição política fosse para esta mesma minoria que votou, e nada mais.

Nas condições que vejo hoje neste país, sou a favor do voto obrigatório, ao menos assim, um dia o povo pode acordar e ver, ainda que não entenda, que sempre foi enganado por campanhas eleitoreiras.

"Ok Alan… Mas por que afirmar que não há apenas um culpado? O Governo faz isto de propósito!"

É, ele faz… Mas ainda continuo a afirmar, simplesmente, por que hoje em dia as coisas estão debaixo dos nossos narizes, acontecem abertamente… É dinheiro na cueca, nas meias, em ceias de natal, em pequenos “mimos” para filhos e amigos… É dinheiro nos bolsos do paletó, nas malas, em cartões de crédito e licitações ilícitas… Mas o interessante, é que o cenário político nacional continua o mesmo.

Odeia votar?

Estude a política, sinta nojo dela, vá a fundo, pesquise o passado, entenda o processo e… Adote seu voto… Ele anda jogado às traças!

Na próxima eleição, antes de votar no Tiririca apenas por que ele fez umas piadinhas, vote no Francisco Everardo Oliveira Silva, se o mesmo for uma pessoa séria e comprometida!

"A política é como a esfinge da fábula: devora todos que lhe não decifram os enigmas."
(Antoine Rivarol)